quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Resenha: Swoon: Amor Além do Tempo

Sinopse: A cidadezinha de Swoon, em Connecticut, não é nem um pouco parecida com a agitada metrópole de Nova York, onde Candice nasceu. Presa em uma antiga casa de fazenda junto à família de seus tios, ela deveria se concentrar em estudar e se recuperar de um grande trauma.Mas se Candice achava que nada acontecia em Swoon, estava muito enganada. No equinócio de outono, sua prima Penelope - um perfeito exemplo da bondade, inocência e perfeição da Nova Inglaterra - sofre um grave acidente e começa a agir de forma muito estranha: suas unhas à francesinha passam a ser pintadas de vermelho-sangue e ela desenvolve uma curiosa aversão a calcinhas... Candice sabe que algo está controlando de sua prima e definitivamente não é nada de bom. Dentro do corpo louro e perfeito de Penelope, há outra pessoa... um espírito antigo e muito sedutor: Sinclair Youngblood Powers. Mais de duzentos anos atrás, Sin foi culpado pelo assassinato de sua esposa e executado injustamente pelos poderosos da cidade. Agora, seu objetivo é um só: vingança. O problema é que as atitudes de Sin não afetam somente Penelope e Candice; a cidade toda parece estar dando vazão aos seus instintos: violência, adultério, sensualidade à flor da pele... Os habitantes de Swoon, antes tão controlados, estão enlouquecendo. Decidida a exorcizar o demônio, Candice acidentalmente o transforma em um rapaz de carne e osso. Seu adversário agora está ainda mais poderoso e irresistível, mas é preciso destruí-lo antes que a cidade inteira sucumba aos poderes de Sin. Pena que ela está cada vez mais apaixonada por ele.


Resenha: Swoon, de Nina Malkin, é uma história um tanto peculiar, ao meu ver. Apesar de seguir a mesma linha teen que nós temos visto com frequencia nas livrarias, ela me deu a impressão enquanto eu lai que seria diferente das outras que li anteriormente. E, bom, eu não estava errada.
Bom, primeiro, apesar de ter a linha sobrenatural, ela abordou um tema diferente: incialmente dá-se a imaginar algo como espíritos ou possessão demoníaca, mas só mais tarde fica esclarecido que é sobre golens. Um golem, em especial, é claro - o que confesso, que nunca li a respeito antes. E apesar de ter seus parágrafos ou diálogos levados mais para o lado cômido, Swoon até que é bem sombrio e um pouco pesado, nos acontecimentos ocorridos durante a história.
Um desses acontecimentos é a morte de Ruby, a melhor amiga da protagonista que, mesmo depois de Ruby estar morta, ela ainda a "vê", e o modo como ela lida com a sua perda. Também, como Nina não se censura em palavreados, cenas, dentre outras questões da história. Principalmente sobre a sede de vingança de Sinclair tem e seus planos.
Na minha opinião, a escrita de Nina não é as mil maravilhas, nem aquilo tudo - para falar a verdade, em alguns pontos chega até ser confusa -, mas se você estiver disposto a ler algo teen e diferente do que tem aparecido recentemente, eu recomendo que você aposte em Swoon.

2 comentários:

Renata lima disse...

Fiquei com vontade de ler, mas sei lá...

. pamela moreno santiago disse...

Já viu a promoção que ta rolando solta no blog O Leitor?
Ainda não?
Então corre, que até o dia 05 de Fevereiro você ainda pode concorrer a um dos 6 livros que estão sendo sorteados.
Beijos e espero você lá,

Pamela.