sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Resenha: Se Houver Amanhã, de Sidney Sheldon


Sinopse: Crimes perfeitos, como o roubo de um quadro de Goya do Museu do prado, são um desafio para Tracy Whitney. Mas ela não é uma ladra qualquer: para vingar-se dos homens que a colocaram injustamente na prisão, Tracy torna-se uma especialista em aplicar golpes em empresários inescrupulosos. De Nova Orleans a Londres, passando por Paris, Biarritz, Madri e Amsterdam, ela desafia a Interpol com uma série de ações ousadas, tendo como rival apenas Jeff Stevens, um irresistível trambiqueiro.

A narrativa e o desenvolvimento do autor Sidney Sheldon, deixa qualquer um apaixonado e consequentemente deslumbrado pela forma que a história flui. Em Se houver amanhã, Tracy vive momentos assustadores e emocionantes, em cada capítulo uma história diferente surge e você acaba indagando-se: Como ela consegue?
Simples, Sidney deixa tudo surpreso no ar. Misturando romance em trechos que o suspense reina. Com disfarces diferentes e muita, mais muita forma tão inesperadas ela cumpre com a sua vingança, a qual acaba surgindo uma surpresa tentadoramente linda: Jeff Stevens.
Quem curte aqueles livros que você devora em dois dias, essa é uma ótima escolha.
Se Houver Amanhã é intrigante, apaixonante e desafiador.

Compre logo o seu exemplar.

Nenhum comentário: